sábado, 30 de agosto de 2014

Ichi hittoru no namida - Antes


Ichi hittoru no namida é um dorama japonês que conta a história de Ikeuchi Aya, uma garota de 15 anos que descobre ter uma doença degenerativa. Essa doença, conhecida como degeneração espinocerebelar, afeta a área motora. Aos poucos, Aya percebe que tropeça com frequência, começa a notar que tem dificuldades de locomoção e reflexo. E é essa caminhada que o dorama mostrará.

-x-

Esse dorama emocionante faz jus ao seu título “Um litro de lágrimas”, porque estou no quarto capítulo e já parei um monte de vezes para assoar o nariz.

A primeira vez que li sobre ele foi há séculos, numa edição especial da New Tokio. Comprei em uma feira do livro, e ela vem com várias edições em uma só. Decidi que tinha que assistir aquilo, mas pouco tempo depois esqueci. E vários anos depois, minha cunhada me passou esse dorama.

Comecei assistir, e logo no final do segundo capítulo, no encerramento, percebo que o dorama é baseado em fatos reais. 1. Eu tinha lido que era assim, mas já tinha esquecido. Eu disse que foram vários anos entre “descobrir” e “assistir”. 2. Eu comecei pelo segundo capítulo por engano. Claro que eu teria notado isso logo no primeiro capítulo se tivesse começado por ele.

Ainda não terminei de assistir, e me pergunto que tipo de fim terá. Por agora, eu indico que assistam. Isso, é claro, se vocês gostam de coisas que mexem com vocês.


Bye! <ô/

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Another



Existe uma sala e uma história por trás dela. Uma história de morte que se repete todo ano para quem estuda ou está relacionado aquela turma. Prepare-se para um suspense de tirar o fôlego!

Havia uma aluna muito popular em sua classe. Todos a adoravam e não foi com alegria que receberam a notícia de que ela havia morrido. A turma toda, de alunos a professores, não podia aceitar a morte dela. E eis que um dia um aluno diz “Ei, ela não morreu. Ela está bem ali” e aponta para seu lugar vazio. Aos poucos, os alunos passaram a agir como se ela nunca tivesse morrido. Isso tomou dimensões tão grandes ao ponto dela ter até mesmo um lugar no dia da formatura. No entanto, quando revelaram a foto de formatura, ela estava lá, sorrindo despreocupadamente como qualquer aluno normal.

Naquele dia, a turma do nono ano da sala três começou algo que talvez nunca tivesse fim.

Sakakibara Kouichi é um aluno novo, que não conhece as lendas que rondam sua turma. Mergulhado nesse mar de mistérios ele vê sua vida tomando rumos inimagináveis quando conhece Misaki Mei.

-<3-


Uma dica: Prestem muita atenção a cada cena dos primeiros 1min30seg do anime. É praticamente um spoiler de todo o resto da história. :3 Faz mais sentido se assistir a história inteira e depois assistir novamente o comecinho. 

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

200 Pounds Beauty



Hanna é uma garota dona de uma voz potente, que faz quem a ouve se arrepiar com sua música. No entanto, sua aparência não é tão compatível com esse poder vocal todo. Ela é uma garota gorda que vê seu talento ser ofuscado pelo seu aspecto físico, vendo-se impossibilitada de viver integralmente seu sonho de ser cantora.

Para resolver esse empecilho, ela faz shows, no entanto, quem aparece no palco dublando e sendo reconhecida é outra pessoa. Magra, bonita e atraente. Tudo que Hanna nunca foi.

Para complicar ainda mais sua vida, ela é apaixonada pelo seu produtor. Mas como ele vai olhar com outros olhos para alguém como ela?

Ela levava uma vida normal, cantando embaixo do palco para outra pessoa brilhar em seu lugar, trabalhando de “atendente do sexo” em suas horas vagas para sanar com sua voz as inseguranças de seus clientes. Em sua vida pessoal, apenas conversas com sua melhor amiga com quem canta ou brincar um pouco com sua cachorrinha de estimação. Ah, sim, e amar em segredo seu produtor, totalmente impossibilitada de se declarar. No entanto um pequeno incidente muda toda a vida de Hanna.

Após ser humilhada pela sua magra-bonita-atraente dubladora, ela acaba desistindo de viver. No entanto, com a ajuda de um de seus clientes no disque-sexo, essa ingênua e doce garota a resolve fazer uma plástica… no corpo todo.

Agora magra e linda, ela assume outra identidade e resolve voltar para conquistar o que é seu. Mas que dificuldades encontrará no caminho que une seus sonhos a realidade de ser cantora e de se declarar para seu produtor?


"Você tem alguma ideia de como é não se sentir capaz de confessar seu amor?"

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Lovely Complex

Hoje resolvi falar desse anime que é um dos meus favoritos.



Risa Koizume é uma garota que tem complexo por ser alta demais (1,72) e tem um amigo, Atsushi Otani, que sofre pelo inverso: ele tem apenas 1,56 de altura. Essa dupla improvável sempre é alvo de piadinhas, por viverem discutindo e parecerem com a dupla de comediantes “All Hanshin Kyojin”. No meio de tantas brigas, Koizumi percebe que está apaixonada por seu amigo. Mas, além do básico “será que ele me ama?”, ela ainda sofre com outras questões como “Será que ele se apaixonaria por uma garota mais alta do que ele?”.

Risa não é exatamente um exemplo de feminilidade e fragilidade. No entanto, não deixa de ser uma garota, com sentimentos de uma garota. Garota adolescente apaixonada. E o Otani não está exatamente apaixonado por ela, o que torna tudo mais difícil. Esse é um anime para torcer, rir e em alguns momentos, chorar, junto com esses dois. Embora outros personagens também atraiam a atenção e sentimentos de quem assiste, como a Nobu-chan e seu Darling em uma certa despedida…

Lovely Complex se tornou Live Action, e é um dos bons. Fiel à história original, e obviamente mais curto, muitas pessoas até preferem o Live Action ao anime.

Às vezes me dizem que Lovely Complex é um anime que passou do ponto, que talvez fosse melhor se tivesse menos episódios e eliminasse coisas desnecessárias. É verdade que em certos momentos parece que há regresso na história, entretanto, eu amei assistir esse anime, e pedi Bis! Assisti ele duas vezes, e não me arrependo. Para quem gosta de romances improváveis, histórias de colegiais e comédia gratuita, esse é o anime!

OUTRAS INFORMAÇÕES
Autora: Aya Nakahara
Anime: 24 episódios
Mangá online: 17 volumes

Mangá (em papel): Não
Spoiler:



domingo, 10 de agosto de 2014

Tanabata

Nesse último sábado, participei do festival Tanabata. Essa é uma comemoração tradicional japonesa, e tem uma história por trás.

Estou com preguicinha de escrever com minhas próprias palavras, então vou copiar ù.ú

“A lenda relata que uma princesa chamada Orihime e seu amado Kengyu ao se conhecerem dedicaram-se apenas ao amor, esquecendo-se completamente de suas obrigações. Por este motivo, foram castigados pelos deuses, sendo transformados em estrelas e separados em extremos opostos da Via Láctea. No entanto, para aliviar a dor dos apaixonados, foi concedido a eles um único dia no ano em que poderiam se encontrar (o sétimo dia do sétimo mês do ano) quando se comemora o Festival Tanabata (Festa das Estrelas). Todos os anos as estrelas Kengyu e Orihime atravessam a Via Láctea pelas asas de kasasagi (espécie de pássaro) para o seu único encontro anual.Leia mais...

Todo ano tem essa comemoração numa cidade vizinha. De uns 4 anos para cá, eu tenho ido sempre. Se eu for comparar o festival de agora com o primeiro que eu fui, fico triste pelo espaço jovem, que foi jogado num lugar todo errado. No começo, os apresentadores eram pessoas do nosso meio, que entendiam de anime e tudo mais. No ano passado tinha uns que dava vontade de bater, não sabiam de nada e ainda falavam m*. Esse ano, o único problema foi não ter lugar pra sentar (algo que vem se repetindo por uns 3 anos). Disseram que estão reformando nosso tão adorado Teatro de arena. Vamos começar uma campanha em todas as redes sociais? #voltateatrodearena

Sonhos, sonhos, enfim.

Então me concentrei no resto do evento, na comida, decoração, apresentações, exposições… mais na comida do que em outras coisas.

Tirei algumas fotos, poucas, aliás:

As kussudamas, ou "grandes estrelas"

Tanzakus
Folder com informações do evento
Aula de como fazer sushi... começando pelo corte do salmão

Balinhas caras e deliciosas

Chicletes não-tão-caros e deliciosos

Tempurá de sorvete, tão gostoso quanto aparenta
Pipas artesanais

Caixinha feita usando oshibana-e (arte com flores secas)

Impressão em folha (de planta) em oshibana-e

Chinelos quadrados

Pingente de celular. Me apaixonei
Ponte no jardim japonês

Acharam que eu era Ai Enma? XD


Espero sempre que o próximo ano esteja melhor. Não tirei foto de nenhum cosplayer, embora tivesse uns bons. E foi bastante divertido, apesar do pessimismo da postagem. Quando você gosta de algo, mas não de tudo que o compõem, basta se concentrar só naquilo que agrada, certo?

Para fechar com chave de ouro, a piada do meu namorado em relação a essa imagem:


Eu: “Mor, nem todos esses peixes são carpas, né?”
Mor: “Não, não são. Os laranjas são Magikarpas”


sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Unha otaku da semana

Inspiração para a Nail Art
Olá! Nessa quinta-feira fiz uma Nail Art inspirada no anime Soul Eater, e até que o negócio ficou bom! É bem fácil e explicarei passo a passo. Vi uma vez numa página do facebook umas unhas de caveira e quis fazer igual. Depois pensei comigo “É só colocar um pinguinho a mais e se torna o Shinigami de Soul Eater”.


Agora vou mostrar como faz.

Você vai precisar de:

-Esmalte branco
-Esmalte preto
-Pincel de unha

Passe o esmalte branco em todas as unhas.


Pinte os cantos de preto, formando o contorno da parte inferior da caveira.


Detalhe da unha mais de perto
Em seguida, faça dois traços vertical na ponta da unha.


Detalhe da unha - já lembra uma caveira, né?


Faça as três bolinhas, e está pronto!


Resultado final sem tirar os cantos do esmalte

Se parece com isso, não?


Para finalizar, tire os cantinhos borrados. É isso, gente. Adoro ficar olhando os "Shinigamis" nas minhas unhas ><





segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Caderno personalizado

Yo! Vim dividir com vocês uma ideia que eu tive e que deu certo.

Capa


Como vocês sabem, encontrar artigos escolares de animes que não sejam modinha é uma missão impossível em cidades pequenas (como a minha). Até dá para comprar algo legal quando tem convenção de anime, mas sou ansiosa demais para esperar até a próxima convenção. Então, eu mesma personalizei um caderno e aí vai a “receitinha”.

Materiais:

- Um caderno qualquer (peguei um daqueles que o estado de SP dá no ensino médio);
- Pôster do seu anime favorito (usei um mangá que comprei por engano, e que era em inglês :/);
- Cola escolar;
- Tesoura;
- Papel contact transparente

Montagem

Posicione o pôster na capa do caderno. Recorte o que exceder a capa. Passe cola na parte de trás do pôster. Espalhe toda a cola por igual com o dedo para não formar bolhas (como as que se formaram na capa do meu ><). Cole o pôster. Meça o papel contact, recorte e cole sobre o pôster.

Está pronto!

Se quiser, pode encapar contra capa também (é contra-capa que chama a parte oposta ca da capa? Vai saber!)

Como ficou o meu:

Capa - primeira imagem do post

Contra-capa ou algo assim ><




Caderno aberto

Espero que tenha gostado da ideia!

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Gritar mais alto



Você sabe o que é amar alguém e ainda assim estar cansada de continuar tentando? É como me sinto.

Cansada de sofrer, cansada de chorar, cansada de demonstrar o quanto você é importante para mim.

Cansada de te amar.

Então, da próxima vez que gritar para mim palavras que magoam, eu gritarei mais alto ainda, para você saber o quanto dói. Quando não se importar comigo, não me importarei com você em dobro. E quando me chamar, não vou mais te atender.

Quem sabe quando eu não estiver mais lá, você me dê o devido valor. Mas nem sei se fará diferença.

Chegará um momento em que realmente não importará mais.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 renata massa