quarta-feira, 30 de julho de 2014

Encontrando uma brecha


       Fiquei pensando sobre o que escrever no primeiro post, algo de boas-vindas e tals. Mas, não consegui pensar em nada que não parecesse piegas demais, e por isso resolvi começar com um post normal. Então sintam-se bem vindos e vamos começar.

       A grande maioria das pessoas trabalha, ou estuda e trabalha, ou só trabalha o dia todo, ou estuda em mais de um período... pois é, tempo não é algo que tem sobrado por aí. Não sou uma exceção, e todo esse tempo fico criando brechas no meu dia-a-dia para assistir animes e ler alguns mangás. E aí vai algumas dicas que ás vezes funcionam para mim.

       1.Horário de almoço
       Embora algumas pessoas façam seu próprio almoço, algumas tem esse tempo relativamente livre. É um bom momento para ver pelo menos um capítulo do anime que está acompanhando.

       2.Trajeto de ônibus       
       Quem tiver notebook ou tablet, pode baixar alguns capítulos e ir assistindo no trajeto casa-escola, casa-trabalho, etc. Não indico o celular porque é quase impossível ler as legendas, mas nada impede vocês de tentar.

       3.Fins de semana
       O top 1 em “tempo sobrando” continua sendo o fim de semana. Claro que em época de prova, ou naquele dia de festa da família, quase não sobra tempo (que novidade!). Mas, ainda tem a vantagem de poder acordar mais tarde nesses dias, ou seja, de ficar até tarde assistindo. Não ouso fazer isso durante a semana, mas sintam-se livres para ir dormir às duas ou três da madruga e acordar babando de sono no outro dia.

       Essas são algumas das minhas estratégias para driblar a falta de tempo. Se tiverem alguma, podem deixar nos comentários. Vou adorar saber como cada um concilia a paixão por animes e o tempo curto que temos por dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ler!

Seja educado
Deixe seu link para que eu possa visitá-lo
Sinta-se livre para compartilhar as postagens, mas dê os devidos créditos

Até a próxima!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 renata massa